Matança de animais na Indonésia e nossa sede de ficarmos quietos

Na última quinta, eu passei por uma situação que me fez perceber o quanto nós, seres humanos, não conseguimos reagir quando estamos de frente a uma situação dolorosa. O quanto somos fracos e egoístas. O que eu passei foi observar (apenas observar) um cãozinho sofrido passear pela rua. Ele tinha pelos faltosos em determinadas partes do corpo, estava sujo, feio, deveria estar fedido também e caminhava com uma dificuldade grande, parecia ter uma das patas da frente quebrada (a pata que eu estou citando estava completamente entronchada). E eu, minha gente, só observei. Quando tudo passou, quando já estava em casa, parada, tomada banho, cheirosa, com meus pelos limpos e meus braços e pernas nos seus devidos lugares eu pensei no quanto eu fui egoísta. Deixei um bichinho tão sofrido, continuar sofrendo. Eu sei que com todos esses detalhes, parece um absurdo o que eu fiz, mas a gente faz isso todos os dias e, muitas vezes, nem percebe. Dói, né? Mas fazer o quê? A gente sempre vive tão ocupado, tão apressado, tão sem tempo de parar, olhar, fazer um carinho, dar um banho. A gente sempre inventa que a nossa casa não tem espaço, que um animal dá muito trabalho, muitos custos e prefere virar o rosto e se afastar quando um bichinho desses passa do nosso lado. Eu senti tanto por aquela quinta-feira, que nem cabe em mim essa dor. Deus me perdoe por ignorar aquela criatura tão linda e necessitada.

Mas o cúmulo dessa maldade não está nas minhas ou nas suas atitudes, tá rolando na internet um vídeo (não se se você assistiu) de uma matança de cachorros  na Indonésia e que, inclusive, é feita pelos membros da polícia local. O vídeo é tão triste que nem tive coração para assistir até o final. Os animais (estou falando dos policiais e não dos cachorros) dão uma vacina que faz com que os bichinhos agonizem até a morte. A desculpa de matá-los é porque são animais contrabandeados e  suspeitos de terem contraído a doença Raiva, ou seja, o governo local prefere cometer uma chacina animal, a lançar uma campanha de vacinação contra a doença. Ressalto em dizer que a matança está presente na legalidade.

indonesiacachorromatancayoutube

Pilha de cães, depois de mortos.

 

“Filhotes dóceis são mortos e jogados em uma pilha de outros corpos sem vida. Cães são tratados como lixo, em vez de companheiros”, foi o depoimento de um ativista dos direitos dos animais.

Eu sei que é absurdo e aguça um sentimento de impotência, mas assistir e repassar pode ajudar. Se essa é a única coisa que podemos fazer, que a façamos! Eu não quero mais deixar passar por mim nenhum coração inocente e sofrido.  Que a gente pare agora com essa sede de ficarmos quietos quando vemos coisas absurdas do nosso lado. Confira o vídeo e a matéria do Canal Terra, aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s